Aeroporto Federal de Lages passa por inspeção para certificação definitiva


Categoria Infraestrutura
Publicado em 03/04/2019




Nesta segunda e terça-feira (1º e 2 de abril), técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) inspecionaram o Aeroporto Federal Antônio Correia Pinto de Macedo, em Lages, e de uma maneira geral a estrutura e operacionalização foram elogiadas pelo corpo de profissionais.

Para a emissão da certificação definitiva foram avaliados segurança operacional, condições e visualização de pista, faixas de segurança e de aproximação, pintura, pátio, posicionamento dos tanques, drenagem, o que evita aquaplanagem de aeronaves, corte de grama e perímetro externo, além de dialogarem com piloto da Azul Linhas Aéreas sobre o aeródromo e com profissionais da Infracea Controle de Espaço Aéreo, Aeroportos e Capacitação Ltda. (administradora do Aeroporto) e também do Aeroclube.

A estrutura foi considerada em bom estado de conservação e os equipamentos, como de balizamento, iluminação de biruta, farol do aeródromo, em pleno funcionamento. Simulação de queda de energia elétrica foi feita e o grupo gerador tem de retomar a energia em um período preconizado de no máximo 14 segundos e em nove segundos foi resolvida. Outro tópico é que todas as lâmpadas foram trocadas e feita aferição na semana passada.

O retorno sobre a vistoria deve ser dado na próxima semana. Na sexta-feira (5) o relatório será redigido e entre segunda e quarta-feira a gestão do Aeroporto estará inteirada de eventuais não-conformidades.

No final da tarde desta terça-feira (2), o gestor do Aeroporto Federal pela Infracea, capitão Marconi Augusto Farias de Oliveira, participou de uma videoconferência com a sede para repassar o feedback da vistoria. “As ressalvas serão apontadas neste documento e devem ser bem poucas, algumas são detalhes a serem refinados no dia a dia. Os próximos capítulos ficam para a próxima semana. De antemão, o Aeroporto foi avaliado como bem cuidado”, argumenta Marconi. A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo acompanhou a supervisão.

O corte de árvores (pinheiros americanos - pinus) realizado no dia 8 de março pela Defesa Civil depois de análise, medição e levantamento topográfico e encaminhamento protocolado pela Infracea em seção específica do Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo, da Força Aérea Brasileira (Cindacta II) fazia parte das 36 não conformidades elencadas em ocasiões anteriores por este órgão, e agora todas estão superadas. A medida está sob análise e tudo indica que irá passar, pois a está encaixada no regulamento. A supressão dos exemplares de pinus está relacionada à segurança operacional do espaço aéreo, cujo envolvimento é do Cindacta II. Já a Anac cuida da parte de infraestrutura aeroportuária.

A cerca

Sobre a solicitação de um cercamento em todo o território do Aeroporto, um custo de R$ 2 milhões à prefeitura de Lages, duas opções foram enviadas à Anac: aumentar o número de vistorias dentro do perímetro do aeródromo com rondas e aumentar o número de placas de sinalização. A cerca atual é de 1,40 metro de altura, considerada baixa, conforme notou a Anac de acordo com as informações enviadas pela Infracea, sendo que o padrão regulamentar é de 2,40 metro. Desta vez, nesta semana, os inspetores estiveram in loco avaliando segurança aeroportuária e operacional das aeronaves.

Fonte:



Links Patrocinados




Previsão do Tempo


Hoje em Lages, SC:



MÁX: 24°C  MIN: 10°C
veja a previsão completa